Ao jornalista Gerson Camaroti, da Globonews, o presidente Michel Temer concedeu entrevista na noite desta quinta-feira 18, refirmando que não pretende renunciar. Ele reclamou da dimensão da crise, mas lançou um desafio: “Vou sair mais rápido dessa crise do que se pensa”, cravou Temer.
Em sua defesa, o presidente disse que a gravação da frase dele “tem de manter isso, viu?”, foi um comentário sobre Joesley ter dito que estava mantendo a amizade com Eduardo Cunha. “Eu não comprei o silêncio de ninguém”. reagiu Temer.
Temer prometeu convocar uma nova rede de rádio e televisão na sexta-feira, para avançar em sua defesa junto à opinião pública. “Não se pode tratar o país desse jeito”, reclamou Temer.