Segundo pesquisa do DataPoder360, a rejeição à reforma da Previdência é de 66%. A pesquisa revela ainda que, mesmo com uma campanha publicitária enaltecendo a proposta na TV e no rádio, só 20% dos entrevistados se dizem favoráveis à mudança.

O resultado positivo é menor do que o publicado pelo Drive e pelo Poder360 em abril, quando 24% responderam ser a favor da reforma. A reforma trabalhista é reprovada por 62% dos entrevistados.

O levantamento foi realizado nos dias 7 e 8 de maio. Foram entrevistados 2.157 brasileiros e brasileiras com 16 anos de idade ou mais, em 243 municípios. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.


Os entrevistados com 60 anos ou mais são os que mais apoiam a reforma da Previdência e a trabalhista.

Segundo o DataPoder360, 33% desse grupo defende as mudanças no sistema previdenciário. As alterações nas leis trabalhistas são aprovadas por 26%.

Os brasileiros que se mostram mais contrários a mudanças na aposentadoria e nas regras de contratação de trabalhadores são os que estão na faixa dos 25 aos 44 anos. Em ambos os casos, 72% reprovam essas duas reformas.

O DataPoder360 perguntou se os entrevistados fariam greve ou participariam de protestos caso as reformas do governo fossem aprovadas da forma que foram apresentadas.

As respostas positivas foram 41%. Entre os mais jovens (de 16 a 24 anos), a intenção de aderir a esses atos é de 55%.

A operação jornalística que comanda o Drive e o site Poder360 lançou em abril de 2017 uma divisão própria de pesquisas: o DataPoder360.

As sondagens nacionais serão periódicas. Temas de interesse político, econômico e social serão investigados. Tudo com a precisão, seriedade e credibilidade do Poder360.

A aplicação da pesquisa é realizada pelo cientista político Rodolfo Costa Pinto, que tem uma parceria para fazer os levantamentos com exclusividade para o DataPoder360.

Informações deste post foram publicadas antes pelo Drive, com exclusividade. A newsletter é produzida para assinantes pela equipe de jornalistas do Poder360. Conheça mais o Drive aqui e saiba como receber com antecedência todas as principais informações do poder e da política.