Em protesto ‘très chic’ contra o bloqueio financeiro imposto pelo juiz Sergio Moro ao ex-presidente Lula, a milionária suíça pertencente à família herdeira do banco Credit Suisse, Roberta Luchsinger, anunciou doação de um cheque de 92 mil euros ao próprio Lula.

A julgar pelas primeiras declarações de Roberta, a intenção parece ser a de abrir, com o valor, uma conta para o ex-presidente no exterior. “Agora já podem dizer que Lula tem conta na Suíça, aquela que os procuradores da Lava-Jato tanto procuraram e não encontraram”, diz ela.

Além do cheque, ela pretende doar vestidos de grife, bolsas e acessórios de alto valor, de modo ao que o petista possa vendê-los ou leiloá-los em seu próprio benefício. A formalização da doação está sendo tratada entre a milionária e o Instituto Lula.

“Com o bloqueio dos bens de Lula, Moro pretende inviabilizá-lo tanto política quanto pessoalmente. Vou fazer uma doação para que o possa usar conforme as necessidades dele”, crava a milionária.

Roberta foi casada com o ex-delegado da PF Protógenes Queiroz, que está asilado na Suíça. O casal se divorciou dois anos atrás. Frequentadora dos ambientes petistas, Roberta é amiga de Lula e da ex-presidente Dilma Rousseff. Filiada ao PC do B e com nacionalidade brasileira, ela pretende se candidatar a deputada federal pelo partido nas próximas eleições.